skip to Main Content

A Assessoria Correicional da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás acompanha nesta quarta e quinta-feira (9 e 10) a transmissão de acervo da serventia extrajudicial da Comarca de Acreúna. A reunião para alinhamento dos trabalhos contou com a presença do juiz Ronny André Wachtel, diretor do Foro local, que assumiu a comarca recentemente.

Na oportunidade, o magistrado enalteceu o trabalho prestado pelos magistrados, servidores e integrantes do Judiciário goiano e elogiou a qualidade do serviço da Corregedoria, ressaltando a importância da transmissão do acervo da comarca para toda a população, bem como da fiscalização.

“Sempre fico feliz e admirado com o trabalho desenvolvido pelos profissionais do Tribunal de Justiça de Goiás, especialmente da Corregedoria, tanto na esfera judicial quanto na do extrajudicial. Quanto à transmissão do acervo, as informações são de grande relevância para a sociedade como registros de nascimento, de óbito, de casamento, além do direito de propriedade. Por essa razão, esse é um ato de imensa responsabilidade por parte do Poder Judiciário para que todos os registros sejam transmitidos com o máximo de eficiência, segurança e celeridade”, enfatizou.

Pela Assessoria Correicional participaram da reunião Ubiratan Alves Barros, assessor de Orientação e Correição, Marcirlei Maria da Silva, Ronaldo Taveira Loyola e André Fernandes Chaves. Já a serventia extrajudicial foi representada por Elisa Marra Martins (que deixa a respondência da serventia), Pâmella Lorraine Ferreira Santos (que assume a respondência da serventia que praticará atos de registros), e Ludemilia Pires Arantes Bueno (que passa a responder pela serventia de atos de tabelionato). (Texto: Myrelle Motta – Diretora de Comunicação Social da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás/Print: cedido pela equipe da Assessoria Correicional da CGJGO)

Fonte: TJGO

Back To Top